segunda-feira, março 06, 2006

VIGÍLIA POR GISBERTA EM LISBOA

VIGÍLIA POR GISBERTA
Frente ao Patriarcado de Lisboa, 9 Março

FOTOGRAFIAS DA ACÇÃO

"A VIOLÊNCIA TEM SEMPRE RAÍZES"
COMUNICADO PANTERAS ROSA - 9 de MARÇO de 2006





fotos gentilmente cedidas por familiares de Gisberta
"VIGÍLIA POR GISBERTA
Torturada ao longo de dias, vítima de sevícias sexuais, assassinada com extrema brutalidade.
GISBERTA tinha uma vida que os meios de comunicação social têm distorcido e um rosto que têm omitido. Um rosto, e um crime, que não permitimos que seja esquecido ou caia no esquecimento sem consequência , como se de um facto banal se tratasse.

Sem-abrigo, transexual, imigrante, seropositiva, utilizadora de drogas, trabalhadora do sexo, assassinada por crianças e jovens de uma "instituição de menores". Das fragilidades de Gisberta ao inferno e discriminação social que representa o sistema de (des)protecção de menores em Portugal, uma acumulação de exclusões e, infelizmente, motivos de discriminação permanente na sociedade portuguesa.

Situar a resposta ao crime no baixar da idade para a responsabilização criminal é lavar as mãos do Estado. Este que assuma as responsabilidades que nunca assumiu sobre as crianças em risco, ao invés de os abandonar em instituições da Igreja e à educação parcial que nelas se pratica. A Justiça que assuma a responsabilidade criminal de quem já tem idade para isso. Mas que não se menorize o crime em si com o argumento da idade dos agressores.

VIGÍLIA POR GISBERTA
* PARA DIGNIFICAR A MEMÓRIA DAVÍTIMA
* PARA EXIGIR A PROFUNDA REFORMA DO SISTEMA DE PROTECÇÃO E ACOLHIMENTO DE MENORES EM RISCO
* PARA EXIGIR LESGISLAÇÃO ABRANGENTE CONTRA OS CRIMES MOTIVADOS PELO ÓDIO E PELO CONJUNTO DOS PRECONCEITOS ASSOCIADOS A ESTE CRIME"

Apoios:
* Panteras Rosa - Frente de Combate à Homofobia

* ªT. - Associação Para o Estudo e a Defesa do Direito à Identidade de Género

* International Union of Sex Workers (Sindicato Internac. Trabalhadores/as do Sexo, sediado em Londres)

* SOS RACISMO

* Associação Abraço

* Casa do Brasil

* Associação naoteprives - Grupo de Defesa dos Direitos Sexuais

* PortugalGay.PT

* UMAR (União Mulheres Alternativa e Resposta)

* ILGA-EUROPE (International Lesbian and Gay Association - Europa)

* TRANSX (Associação Transgender Austríaca)

* Maria José Campos (médica)

* José Luís Peixoto (escritor)

* Anabela Rocha (activista queer)

* Gill Crystina Dalton (TENI - Trans Support Ireland)

* Ana Lopes (promotora do Movimento pelos Direitos dos e das Profissionais do Sexo em Portugal)

* Gloria Careaga Perez (El Closet de Sor Juana - México)

*Gonçalo Diniz

* Louis-Georges Tin (Presidente IDAHO Committee - International Day Against Homophobia)

* Opusgay - Associaçao de Defesa dos direitos Humano das minorais sexuais

* Associação Luso-Senegalesa

* Gabriela Moita, psicóloga

* Associação Clube Safo

* GAT - Grupo Português de Activistas sobre Tratamentos de VIH/SIDA

* Lara Crespo - jornalista

* Marcella Di Folco/Porpora Marcasciano MIT Movimento Identitá Transessuale (Itália)

* Luís Castro, actor e encenador

* Velz - artista plástico

* KARNART - C.P.O.A.A. - Associação de Criação Artística

* Older Tees - Support For Older Trans Women (Sidney, Austrália)

* APF - Associação para o Planeamento da Família

* Luíz Mott - Grupo Gay da Bahia (Brasil)

Para apoiar (subscrever) a iniciativa ou deixar uma mensagem no livro internacional de condolências http://tgeu.net/ http://tgeu.net/Gisberta/Gisberta.htm

Etiquetas: ,

Observatório Homofobia/Transfobia na Saúde @ Médicos Pela Escolha
DIVULGAÇÃO