sexta-feira, Setembro 30, 2005

Rede Ex-aequo organiza semana de eventos em Aveiro

Do dia 1 a 16 de Outubro vai estar presente na Livraria "O Navio de Espelhos", em Aveiro, uma exposição de pintura, fotografia e poesia da autoria de jovens LGBT sobre o tema "LGBT e a Diversidade na Cidade".
Nos dias 12, 13, 14 e 15 de Outubro haverá um "mini" ciclo de cinema de temática LGBT.
* 1 de Outubro às 16:00 - Inauguração da exposição na livraria "ONavio de Espelhos".
* 12 de Outubro às 21:30 - Projecção do filme "Better than Chocolate".
* 13 de Outubro às 21:30 - Projecção do filme "The Priest".
* 14 de Outubro às 21:00 - Projecção do filme "Kissing Jessica Stein".
* 15 de Outubro às 17:00 - Projecção do filme "Beautiful Boxer".
* 15 de Outubro às 20:30 - Jantar convívio.
* 16 de Outubro - Encerramento da exposição.

Mais info klikando no título

quarta-feira, Setembro 28, 2005

Retiro Felino em Outubro

ENCONTRO NACIONAL DAS PANTERAS ROSA
28, 29 E 30 DE OUTUBRO EM COIMBRA

É verdade, após um ano e meio de actividade incessante, sem tempo para respirar, as Panteras vão juntar-se e parar (nã!....) para conviver, mas sobretudo para pensar e repensar: a si próprias, ao que fazemos, ao que se tem passado à nossa volta, ao que está para vir. É o nosso primeiro encontro nacional, sendo que será também um pouquinho internacional, pois esperamos contar com a presença de panteras francesas e canadianas, e também activistas dinarmarquesas. Todos os pormenores (programa, inscrições, condições de alojamento e refeições, etc), estão disponíveis em www.panterasrosa.com/menu
Porém, não queremos enganar ninguém: este não é um encontro público - outras oportunidades teremos para fazer eventos abertos. É, de facto, um encontro DAS PANTERAS, para repensar e recompor forças. Isto tampouco significa que seja um evento fechado. Num movimento sem formalidades, "ser" pantera não significa ser membro, ter obrigações, estar inscrito ou ter cartão ou papel passado. Mas implica sentir-se pantera e querer agir. Dessas pessoas, as que conhecemos e as que estamos por conhecer, se fará este retiro felino.

quarta-feira, Setembro 14, 2005

O lixo no lixo...

... e o nome aos bois

quinta-feira, Setembro 08, 2005

Abaixo-Assinado Contra a Manifestação de 17 de Setembro

A rede ex aequo - associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e simpatizantes, as Panteras Rosa - Frente de Combate à Homofobia, o Clube Safo - Associação de Defesa dos Direitos das Lésbicas, a Associação Cultural Janela Indiscreta e numerosos cidadãos em nome individual decidiram expressar a sua preocupação e discordância perante a realização prevista de um protesto contra a pedofilia, o casamento entre homossexuais e a adopção de crianças por homossexuais, que decorrerá no dia 17 de Setembro de 2005, às 15 horas, no Parque Eduardo VII, em Lisboa.
As entidades organizadoras da manifestação são o Partido Nacional Renovador, a Juventude Nacionalista e a Frente Nacional.O evento, mercê dos seus objectivos e do conteúdo dos apelos emitidos por essas entidades, viola claramente direitos fundamentais dos cidadãos portugueses e incita à ofensa, à difamação e à discriminação das pessoas homossexuais.
Nesse sentido, entendem os signatários que a sua realização deve ser impedida, tendo em consideração o absoluto respeito pelos princípios do Estado de direito democrático, o cumprimento dos preceitos constitucionais e o respeito pelos direitos fundamentais, pelo que se apela aos Exmos. Senhor Presidente da República, Senhor Presidente da Assembleia da República, Senhor Presidente do Conselho de Ministros e Senhor Provedor de Justiça, que intervenham nesse sentido.Para assinar, imprime por favor o documento em http://www.ex-aequo.web.pt/arquivo/abaixoassinado.pdf (o formato do ficheiro é PDF - para visualizar deve ser aberto com o programa Adobe Reader - o download do mesmo pode ser feito gratuitamente em http://www.adobe.com/products/acrobat/readstep2.html).
Pedimos a atenção que as quatro páginas do documento devem, sem excepção, ser impressas frente e verso ficando no total duas folhas de papel por cada impressão. Estas mesmas duas folhas devem ser sempre agrafadas uma à outra.Reúne o maior número de assinaturas com a maior brevidade possível e envia todas as cópias, até dia 14 de Setembro (data de chegada do correio postal), para rede ex aequo, Rua S. Lázaro 88, 1150-333 Lisboa.
Em caso de dúvida basta contactar qualquer um dos colectivos signatários. O mesmo vale para outros colectivos que pretendam associar-se a esta iniciativa.Divulga pelos teus amigos e conhecidos! Contamos contigo.

Etiquetas: , ,

O Ovo da Serpente

Tão antiga como a extrema-direita é a discussão, do lado progressista, sobre como lhe reagir.
Ensina-nos a história, a do século passado e a mais recente, que o fascismo e as suas ideias de ódio não desaparecem nem deixam de se reforçar quando, como a avestruz, metemos a cabeça na areia pensando que o melhor é "não lhes dar importância". Neste blog, já fomos acusados de ajudar a promover a divulgação da manifestação anti-homossexual organizada pelo pnr para dia 17 deste mês pelo facto de alertarmos para a sua existência e para a necessidade de uma resposta.
Quando deveremos "dar-lhes importância"? Quando forem já maiores do que a nossa capacidade de resistência? Alguém duvida de que a extrema-direita portuguesa, na sua limitada importância e inteligência, esteja a crescer e à beira de uma das suas maiores vitórias simbólicas dos últimos anos: já com rosto de partido político legal, conseguir banalizar as suas manifestações públicas, e, com direito a "prime-time" mediático, os seus discursos de ódio?
O principal perigo da extrema-direita - e não devemos ter medo de afirmá-lo - está em que esta exprime com violência, com uma proposta de radicalização do ódio, o que uma parte da população pensa mas não tem a coragem de exprimir. É essa a importância que devemos dar ao fenómeno. E não ignorar actos anti-constitucionais como a manifestação de dia 17. Pelo contrário, responder sempre. Há duas formas de lidar com o tema - calar o assunto e criar silêncio à volta dele (para não lhe dar importância) ou pelo contrário começar desde já a combater explicitamente o caldo cultural e social que serve de base de crescimento às ideias neo-nazis.
Observatório Homofobia/Transfobia na Saúde @ Médicos Pela Escolha
DIVULGAÇÃO